A tecnologia
e o Home-Office

2020 trazia consigo muitas expectativas de melhoras econômicas e cenários mais promissores para as empresas

O ano de 2020 trazia consigo muitas expectativas de melhoras econômicas e cenários mais promissores para as empresas. Infelizmente a pandemia, trouxe uma condição muito diferente e fez com que as empresas assumissem mudanças não planejadas. Uma delas, talvez a mais marcante nessa quarentena, é a adoção do regime de home office que, para muitas organizações e muitos colaboradores, é uma novidade.

Apesar de o mundo todo adotar essa prática e ser uma forte tendência global, a prática do home office ainda não fazia parte da cultura da maioria das empresas nacionais. Segundo dados do IBGE, em 2018, apenas 5,2% dos trabalhadores faziam regime de home office –o equivalente a 3,8 milhões de pessoas. Hoje, segundo pesquisa da empresa de monitoramento de mercado Hibou, em parceria com a plataforma de dados Indico, 6 a cada 10 brasileiros estão trabalhando de casa, o que coloca 59,9% da população nessa condição, um aumento significativo de mais de 1.000%.

 

Tecnologia como protagonista

Deste modo, enfrentar esse desafio de se adaptar a nova realidade, se mantendo seguro, só é possível graças a tecnologia.Desde aparelhos eletrônicos como notebook e celulares até serviços de internet, armazenamento em nuvens e aplicativos que viabilizam reuniões de equipes inteiras.

O que podemos afirmar é que empresas que investiram em tecnologia ao longo desses últimos anos tiveram vantagens em 2020, isso porque já tinham a disposição uma estrutura favorável para atender a prática de home-office sem afetar suas atividades e nem comprometer o rendimento dos profissionais.

 

Como preparar minha empresa para o futuro

Vale ressaltar que investir em tecnologia não serve apenas para estar preparado para catástrofes, investir em TI é pensar no futuro da empresa, principalmente por causa das soluções que te colocam em vantagem no mercado independente do cenário em que ele se encontra.

Outro investimento importante é na rede interna da empresa, que precisa estar preparada para diversas situações. Voltando ao exemplo do home-office, uma rede estruturada não é sobrecarregada ao ser acessada simultaneamente por muitos usuários remotos. Sobrecarregar a rede é impedir o acesso aos sistemas da companhia e um simples processo de pagamento de folha pode ficar comprometido.

 

Segurança é a palavra-chave

Não tem como falar de rede sem pensar em segurança, manter a privacidade das informações é fundamental para qualquer companhia. Uma rede segura é o alicerce de todo investimento.

Não é uma tarefa para se fazer só, parte do investimento em segurança de rede está na contratação de profissionais qualificados que entendam sua necessidade e apresentem soluções adequadas.

Nós da NSX oferecemos serviços exclusivos que podem auxiliar empresas e profissionais em uma hora como essa.É nítido que o momento pede que os decisores das empresas tenham uma abordagem inovadora ao oferecer novas formas de trabalho à sua equipe.

Esse é o momento de nos solidarizarmos e pensarmos não só em nossas equipes ou clientes, mas na sociedade como um todo, e fazer escolhas que beneficiem a todos.

 

Pense no futuro. Pense NSX.